Home > Salões > Salões 2 > Salões

Salão Cuba

1965

“BALSEROS” CUBANOS I - FIO DE ESPERANÇA

A liberdade por um fio de esperança com o risco da própria vida.
A percorrer 300, 400 km, em mar aberto nas improvisadas embarcações, empregando tudo que pudesse flutuar.
No avesso do SOCIALISMO OU MORTE, chavista, acreditavam que SOCIALISMO É A MORTE! E arriscaram a vida pela liberdade. Longe dos comunistas, IRMÃOS CASTRO, CHE GUEVARA e da opressão.

Entre 1959 e 2007, Cuba registrou o maior número de emigrantes em toda a sua história desde a chegada dos espanhóis, em 1492, até a saída do ditador Batista em 1958. Como se explica tão expressivo êxodo em apenas 47 anos? 

Reflexão: Por que um cubano enfrentou extremos, morrer no mar em uma balsa, enfrentar campos minados para cruzar a Base Naval de Guantánamo, escapar em uma roda de avião, para fugir de um sistema tão bom como é propagado?

Como é possível que um sistema que assegure educação e saúde pública, que forma milhões de profissionais, tem mais de 1 milhão e meio de exilados em todo o mundo? Um país tão pequeno. 

1965 - 1973
Ocorre a "Camarioca", êxodo de mais de 125.000 cubanos. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja os vídeos.

 

Publicações Sugeridas

  • “BALSEROS” CUBANOS II – FIO DE ESPERANÇA
    Leia mais +
  • VÍCTIMAS DEL COMUNISMO CUBANO MENORES DE 18 AÑOS
    Vítimas ao longo da ditadura dos irmãos Castro
    Leia mais +
  • LISTA PARCIAL DAS VÍTIMAS DOS DITADORES FIDEL E RAUL CASTRO
    Leia mais +
  • GOVERNO LULA ENTREGOU À DITADURA CUBANA LUTADORES DE BOXE
    Leia mais +