Home > Salões > Salões 2 > Salões

Salão Brasil

1936

Assassinato de Elza Fernandes

Elvira Cupello Colônio (1920-1936), uma jovem de 16 anos, analfabeta, apaixonou-se pelo secretário-geral do Partido Comunista do Brasil (PCB), Antônio Maciel Bonfim (1905-1940), codinome Miranda. Logo que se conheceram, foram morar juntos. Elvira adotou o codinome Elza Fernandes.

Após a intentona comunista de 1935, Miranda e Elza foram presos em janeiro do ano seguinte. Foi solta e considerada suspeita de “entregar” os colegas, foi executada a mando do partido considerado como mentor Luiz Carlos Prestes. Veja o vídeo.

 

Execuções desse tipo são chamadas de “justiçamento” e se repetem toda vez que algum deles abandona a causa ou revela atividades do bando.

Publicações Sugeridas

  • PREFEITO PETISTA MANDA DERRUBAR ESTÁTUA DE COSTA E SILVA
    Leia mais +
  • Assassinato de Octávio Moreira Júnior - outras vítimas em 1973
    Leia mais +
  • ASSASSINATO DO TENENTE PMSP ALBERTO MENDES JUNIOR - VÍDEO
    Leia mais +
  • 1972 - Diversos Assassinatos
    Leia mais +